30 dezembro 2011

Daí que...

Sogros estao na area, vieram conhecer o Luigi. Tudo ta super corridooo, assim que der, volto aqui e registro como ta sendo tudo. Luigi fez dois meses ja! ;D

Deixo fotos do Natal! O primeiro Natal do pequeno.





23 dezembro 2011

Merry Christmas!

Nao lembro de ter registrado, mas Luigi foi ao pediatra essa semana e pra alegria de todos esta super saudavel! Pesando (pasmem!) 5.800kg e medindo 60cm. E isso porque nao tem nem 2 meses ainda! Felicidade transborda! Tem coisa melhor que saude nessa vida? Saude é bençao! O resto a gente resolve né?

Natal, natal, natal

Quero desejar um lindo Natal minhas queridas amigas e leitoras! Que neste ano que vem, sigamos firmes e fortes registrando o amor, o caminhar, o viver.

Obrigada pelo carinho de voces. Super beijos e felizes festas!


21 dezembro 2011

Pança pos-gestante

Papo do dia:

-Mae, quando sua barriga voltou ao normal depois que eu nasci?
-Ah, Milena, demorou. Acho que so depois de uns 5 meses.
-Ah, sei. A minha vai voltar ao normal?
-Vai sim, com certeza.
-Mas ja passaram quase 2 meses e eu nao estou emagrecendo assim como imaginava.
-Essas coisas demoram. Fica calma que jaja voce vai ficar magrinha de novo.

(...)


Fonte aqui


Acreditemos e Sonhemos entao.


Mas vem ca, fala, sério. Quem foi que disse que amamentar emagrece mesmo hein? Ta, verdade que pode até queimar muitas calorias para produzir o leite, mas que é proporcional à fome-de-leao que te da, isso é. Do que adianta queimar uma quantidade extra de calorias por dia se voce come tudo isso de novo?

A verdade é que nao gosto de me olhar no espelho sem roupa. Pronto, falei. Me sinto super sem forma. Eu sei que eu nao to gorda e que nao tenho estrutura para ser. Mas para uma mulher, um misero quilinho a mais incomoda. E como incomoda! Pra ser sincera, eu nao to tao incomodada com os quilos a mais. Juro que nao. O que ta me tirando o tesao de mim mesma(oi?) é essa barriga sem forma, molenga e estranha.

Nem o meu projeto de bunda(mamae e papai deixaram-na apenas no papel, pois a mesma até hoje nao nasceu) me incomoda tanto quanto a pança. Alias, pança é aquela barriga roliça pra frente, tipo gravida, nao? A minha barriga é sem definiçao. Ela é estranha. Tudo bem que nunca fui uma Gisele Bundchen, e nem cheguei perto de. Mas era até que bonitinha antes.

A verdade é que eu voltei à vida de "oi, eu fujo da balança. Prefiro nao saber o meu peso", me pesei uma vez desde que o Luigi nasceu. Como tinha perdido apenas 6kg preferi nao acompanhar o peso e me consolar com o fato de que eu gerei O bebe mais lindo do mundo ( me desculpem as amigas queridas, mas meu filho é o MAIS munito do mundo pra mim).


Enfim, Natal ta chegando e o ano acabando. Luigi completa 2 meses no dia do Natal. E eu... me despedirei das comidas deliciosas e saborosas por um tempo para ver se eu consigo voltar a forma. Claro que, comendo direitnho pois nada pode prejudicar a produçao do alimento que a fabrica produz de melhor: O leitinho do Lulu.

E voces ai de casa, me contem, com quanto tempo voltaram a ter o corpitcho de antes da gravidez hein? Tell me the truth! Beijos nostalgicos olhando a foto abaixo(quando a pessoa tinha 19 anos e SIsentia a modelo do mundo dos anoes) hoho

O nome dela é Sisi



SI sentindo, SI achando...


15 dezembro 2011

É ele

O Munito
O gordinho
O "bochechas"
Nene da mamae/papai
Gotoso
Cagao
Mijao
Lulu
Gatao
Filhinho
Filhao
Belissimo


etc, etc, etc

ou melhor, Luigi Formagio, no auge dos seus 1 mes e 20 dias. Estrelando: Caras e Bocas



Assustado


Que do, que do, que do.




Bravo, muito bravo:


Feliz, no matter what.



Envergonhado:


Sapequinha


Chorao


Conquistador de coraçoes.






11 dezembro 2011

Viajando com um bebê

Viajar é sempre maravilhoso. Sou super "batedora de pernas" como diz a minha querida tia-avo-cearense-da-gema. Sempre a-m-e-i viajar. Nao parei nem na gravidez( meio que sem querer saber, claro). Luigi dentro da minha barriga esteve em 4 continentes e pisou em 7 paises. Nao senti nenhum enjoo e nao tive nenhum problema. Parei de viajar aos 6meses de gravidez, quando cheguei aqui na Italia.

Depois que ele nasceu, nao esperava viajar assim tao cedo. Esperava deixa-lo crescer um pouco para entao voltar a fazer uma das coisas que eu mais gosto na vida. Porém, antes de qualquer coisa um bebe que mora no extrangeiro precisa de uma identificaçao internacional para sair do pais. E isso aqui onde eu moro seria impossivel de conseguir, visto que a Repartiçao Internacional Brasileira que representa a regiao aonde eu moro(norte da Italia) esta situada em Milao.

Poderia ter esperado mais para ir registra-lo no Consulado Brasileiro em Milao. Assim, evitaria viajar com ele tao pequenininho.Porém sou daquelas que gosta de estar preparada para qualquer situaçao. Tive medo de precisar viajar ao Brasil de ultima hora. Ou ter que sair do pais por algum motivo e ter impedimento por conta do bebe nao ter passaporte. Entao, resolvi ir logo.

Luigi ja estava registrado aqui no Comune(a prefeitura daqui), ja tinha até um registro internacional que o proprio Comune tinha dado. Mas isso nao serve para sair do pais né? Entao, pegamos as trochas e seguimos viagem.

Preparei as roupinhas, fraldas de pano e descartaveis, muitos agasalhos, luvinhas, meinhas, tocas, etc. Saimos de casa eram 5:50 da manha. Luigi super-agasalhado no seu carrinho, ja mamado e dormindo. Acordei bem antes para preparar tudo, colocar milhoes de roupas de frio e deixar o tanque do babe cheio, para nao chorar ou reclamar no caminho.

Em Bologna trocamos do onibus para o trem. No onibus foi bem tranquilo, entramos com o carrinho montado, Luigi dormindo e as bolsas muito bem divididas. Levamos uma mochila com nossas coisas, a bolsa do Luigi com suas coisas, o tripé da camera, e um sacola com agua e lanchincos. Tudo bem sistemado e organizado. Até chegar no trem.

Pegamos o trem-bala, aquele que vai a mais de 200km/h e vai cheio de executivos e homens de negocios. hoho Quando chegou o casal jovem atrapalhado com um bebe, todos olharam. Claro, isso é normal aqui. Normal as pessoas te olharem né, porque jovens terem filhos aqui é raro. abre parenteses rapidinho( Aqui o aborto é permitido e os italianos estao na fase de que quanto mais velho para ter filhos, melhor. Entao voce ve as titias sendo maes com idade super avançada. NADA contra meu povo. Sou totalmente a favor que voce tem que ter uma estabilidade para ter uma criança, até mesmo para oferecer melhores oportunidades às mesmas. Mas aqui o lance é sério mesmo. Eu e o Alan andamos na rua e o povo olha pra gente com uns olhos de: "Que absurdo, essas crianças com outra criança!" Sem contar que eu sempre aposto com a minha mae que a mae-com-cara-de-vovo da rua, nao é a mae da criança. fecha parenteses)


Depois de um espetaculo de confusao e trapalhadas, conseguimos nos acomodar com a ajuda de alguns passageiros-simpaticos e a cordialidade da moça que nos concedeu o seu lugar para ficarmos um do lado do outro, visto que nossos assentos era um na frente do outro. Super odio da moça da agencia!

Levamos o carrinho do Luigi porque sabiamos que andariamos muito em Milao, e o Luigi(e nos!) ficaria mais confortavel no carrinho que no canguru ou no colo. Entao que o trem foi tao rapido que so deu tempo do Luigi mamar para chegarmos. Estavamos totalmente tranquilos, achando que ia demorar ainda pelo menos uma meia hora quando perguntamos aonde era aquela parada. A moça respondeu: -Milao. Ha??? Ja???

E a confusao comecou de novo. Coloca roupa do Luigi. Macacaozinho-forma-de-ursinho ok. Luvinhas, toca, cobertor por cima.(Ele sempre se irrita quando a gente cobre ele antes de sair pro frio. Fica puto mesmo, por causa do calor, ai depois que sai, fica calminho e dorme com o balanço do carrinho). Casacos em mim e no Alan ok. Luvas e tocas também. Mochila nas costas. Bolsa do Luigi no braço. Armaçao do carrinho em uma mao, a outra eu me seguro. O moisés com o Luigi dentro com o Alan. E a sacola dos farofeiros de lanchinhos também.

Tudo pronto e chegamos. Fomos atras do metro para chegar ao Consulado. Tickets na mao. Rumo à outra aventura. As escadas do metro e a multidao de gente. Olhos bem abertos nas bolsas, pois Milao ja nao é mais tao seguro assim. Sobe carrinho, desce carrinho. Entra com o carrinho, sai com o carrinho. Elevadores, escadas rolantes, escadas normais. Pista, calçamento, calçadas. Barulho, muita gente. Claridade do sol, luz artificial. Frio, calor. Frio, calor. Cobre, descobre. Pense numa aventura! Pois é...

E o Luigi?

Ahh, meu filho? ha-ha

Dormindo.

So acordava quando ficavamos muito tempo parados. Quando voltavamos a mover o carrinho ele dormia de novo. Mamava sempre que pedia. A gente ficava super atento a isso. Quando ele reclamava, procuravamos um lugar quentinho e tome gasolina! Opsss, leite.

Ficamos umas 2h no Consulado, fazendo seu registro de nascimento brasileiro e seu passaporte. Chegamos com 2h de antecedencia. Tinhamos marcado a hora no site do oficial do Consulado. Mas por sorte fomos atendidos antes. Depois de tudo pronto. Fomos dar uma volta por Milao. Eu nao conhecia a cidade. Ja embarquei e decolei varias vezes no aeroporto de Malpensa, mas nunca tinha ido à cidade conhece-la. Sempre ia direto pra cidade da mamae.

A cidade nao tem nada de MAIS além das lojas mega CARAS de marcas famosas e a igreja Duomo le a galeria que tem na frente da igreja. Tem um castelo também, mas nao fomos ver. Passamos a tarde por la e de noitinha fomos pra estaçao de trem novamente para pegar mais um trem. Dessa vez com destino a Torino.
Luigi olhando a paisagem no trem
Milao é legal mamae

Duomo

Mamae e Luigi

Mamae-cara-de-morta-de-cansada e baby Luigi mamando

Bebe arrotando


Chegamos a noite em Torino. A amiga dos pais do Alan(e agora nossa também) ja estava la nos esperando. Chegamos super-cansados. Demos banho no Luigi, vestimos-o com roupas limpinhas e ele ficou um tempinho enjoadinho, mas nada demais. Jantamos uma comidinha super gostosa que a Catia preparou para nos. Depois de conversarmos um pouco, fomos dormir pois estavamos so o caco!

Comentei com o Luigi: "Pow filho, bem que voce poderia dormir umas 6h né? Pra mamae e o papai descansarem". Dormimos as 22h. às 3h da manha Luigi começa com os seus "éh éh", ele fica assim até se emputar de vez e chorar para mamar. Porém, muitas vezes ele faz o"éh éh" e volta a dormir. Entao eu sempre espero pra ver se ele vai voltar a dormir ou se vai acordar de vez.

Deixei ele la e adivinhem so! Dormiu de novo e acordou as 4:20am. Dormiu 6h20min direeeeto. Nem acreditei! Mamou, mamou, mamou, troquei a fralda e dormiu de novo. Que deliciaaaaaaa! Amo esse meu filho! Ele sempre entende quando eu estou morta-de-cansada e preciso de umas horinhas a mais para dormir. Ele acordou de novo so umas 8h. Mamou, se arrumou e ficou esperando a gente tomar cafe da manha bem quietinho no colo da tia Catia.

Depois passamos o dia conhecendo Torino. E que cidade LINDAAAAAA! Torino sim, é linda, linda, linda. Muita coisa pra conhecer, muitos pontos turisticos. Varios parques. Muitos castelos. Uma cidade dos sonhos! Mais linda do que ela, pra mim(das cidades que eu conheço claro) so Barcelona. Ahh, Barcelona e eu temos um caso de amor eterno.

Nos em Torino


Tia Catia e Luigi

Torino é legal mamae

Depois de mamar, embreagado na mesa do bar

Catia, fofissima e nos em Torino



Viemos para casa no outro dia de manha. Mas dessa vez ja estavamos com pratica ao montar e desmontar o carrinho. Subir e descer escadas com ele e levar as bolsas. Agora temos toda uma técnica! hoho

Viajar com um bebe recem-nascido nao é la muito facil, mas acho que é menos dificil que com bebes maiores pois o Luigi so mama no seio. Entao, nao tive que me preocupar com comida pra ele. Ele dorme bastante pois ainda é pequenininho. O unico problema é o medo de doenças. Morro-de-medo! Mas nao deixo de viver por isso. Ando sempre com alcool em gel e tento sempre deixar tudo limpo, apesar de falhar varias vezes por preguiça ou esquecimento. Mas eu tento né?

Luigi até agora ta super bem. Mas qualquer respiraçao mais forte, eu ja tremo na base. Sempre brinco quando me dizem que ele é novinho pra sair muito assim dizendo que ele tem que adiquirir anticorpos. Mas la no fundo o que eu faço mesmo é pedir a Deus que guarde meu pequeno de todo o mal e de toda dor. Que lhe de saude e que me ajude a ser uma mae melhor a cada dia.

Pra finalizar olhem so o passaporte do senhorito Luigi Formagio, que nem nasceu direito e ja pode viajar pro exterior. Ta muito abusado né?

Certidao de Nascimento Brasileira



09 dezembro 2011

E o futuro hein?

O tempo passa e é incrivel como a gente percebe as mudanças de um dia pro outro em um bebe. Ou ele aprende rapido, ou a gente que nao ve o tempo passar. Sei que eu estava olhando as fotos do Luigi agora, e reparando como ele ta ficando mais bonitinho a cada dia que passa. Adoro tirar fotos dele nos momentos mais inusitados e pegar a expressao dele. é cada momento lindo. Cada expressao que eu penso: "Ele nasceu sabendo faze-la ou ja aprendeu?

Tava pensando também que o natal ta chegando. Ano passado eu estava numa realidade totalmente diferente. Montando a arvore de natal com o Alanzinho a queridissississima amiga Kaylanta no nosso ape na Australia. (suspiros de saudade!)

é sempre incrivel como a gente nao tem ideia de como vai ser o amanha. Aonde eu estarei proximo ano nessa mesma epoca? Eu imaginava que estaria finalmente fazendo a facul, trabalhando e curtindo os meus 22 anos neste ano que passou. Em vez disso estive gravidissima e agora estou cuidando de um bebe recém-nascido e conhecendo esse universo materno. Apaixonada por um bangelo, careca, com olhinhos falantes.

To feliz sabe. To bem. Mesmo seguindo sem ter noçao do que vai acontecer amanha. To confiante e sonhando como sempre. Tanto para fazer. Tanto para viver. Hoje pensei com o Alan: "E se a gente tiver que voltasse pro Brasil proximo ano?"

abre parenteses (Desde que a gente voltou da Australia, no começo deste ano, Alan ficou trabalhando com o pai dele em SP. Toda misera moedinha ele guardava pra quando tivesse que vir pra ca ficar com a gente na Italia. Dai que ele juntou uma graninha boa e tal. Ele ainda nao foi atras de trabalho aqui, pois esta esperando a cidadania dele(ele é descendente de italiano, como eu ja disse antes). Na verdade, ele ja foi atras de trabalho, mas é dificil ja que ele esta "sem papeis", esta como turista aidna. Sem contar na crise europeia que nunca acaba. Entao ele ta sem trabalhar. Como ainda tem dinheiro que trouxe do Brasil, esta tudo bem. fecha parenteses)

Agora ele diz que quando acabar o dinheiro e ele nao tiver nenhum trabalho, ele volta pro Brasil. (E nos vamos junto, eu e o Luigi). Assim ele diz: "Nao deixo voces ficarem. Voces vem junto comigo". Porééééém, tem tantos porémS. Nao queremos voltar para o Brasil. Nem eu, nem ele. Temos que esperar a cidadania dele sair logo. Ai, falar sobre isso é tao complicado. Porque tem que explicar muita coisa. Mas enfim... vou contando pouco a pouco, de acordo como forem acontecendo as coisas.

Por enquanto estamos aqui, e nao sabemos do futuro. Estamos aproveitando o presente e cada momentinho com nosso Luigi. Alan é um SUPER pai. Nao tenho nenhuma reclamaçao. Varias vezes me pego olhando pra ele e pro Luigi e agradecendo a Deus por eles. Antes eu era eu. Era so. Hoje sou dois. Sou tres. Deus me deu duas vidas para complementar o meu eu. Para eu ser mais EU. E posso dizer que sou feliz.

Sei que os momentos dificeis virao, eles sempre vem. Mas sou menina sonhadora. Vou caminhando sempre pensando que tudo vai ser como eu quiser. eu so preciso acreditar e ir buscar o que ja é meu. Adoro ir atras do que eu quero. E conquistar a minha felicidade.

Até lembrei de um texto que eu escrevi no meu antigo blog. Ele diz exatamente o que eu quero ser, cada dia, cada mes, cada ano.

"Quero viver cada dia como se fosse o último, quero dar menos espaço pras coisas ruins e tristes, quero pensar e glorificar a Deus cada dia por poder viver, quero a cada queda levantar mais forte, quero não mudar minha essência por causa das experiências, quero sentir com tudo de mim, como eu sempre senti, quero ter esse espírito de alegria e de boas energias no meu interior. Quero pode entrar no mundo com vontade de crescer, de aprender e ensinar, quero despertar a cada dia com mais vontade de viver, quero ser notada e ao mesmo tempo ficar imperceptível, quero sorrir e chorar, se essa for minha vontade, quero enterrar o orgulho, quero fazer o que eu tiver vontade sem medos. Quero liberdade, quero estar feliz e segura de mim. Quero mudanças, quero novas lições de vida. Quero viver bem! Quero sentir que minha presença me faz bem, que meu íntimo é meu refúgio, que minha fortaleza seja presente sempre. Quero um pouquinho de cada um, de cada momento. Quero presente cheio de futuro, quero felicidade. Quero fazer em mim a minha felicidade."
Milena Lanne 7 de julho de 2009

Saudades do que foi. E vontade do novo. E que venham muitos natais. Muitos anos. Muitos sonhos, alegrias, momentos. FELICIDADE! E o futuro hein? Ah, o futuro eu sonho.

A nossa arvore e Natal linda e eu LOIRA? haha, é eu tava loira
Eu e a Kaka montando a nossa arvore de 2010

lot of kisses


05 dezembro 2011

Relaxe e nao se cobre muito.

Oi pessoas :)

Primeiramente quero agradecer do fundinho do coraçao a todas as amigas queridas que dedicaram um tempinho dos seu dia para deixar um recadinho aqui. Obrigada pelas palavras. Sabe, escrevo o blog para registrar os momentos, para desabafar, para deixar os amigosqueridos e a familia terem noticias mais detalhadas sobre mim, Luigi e Alan. Quando eu desabafo algo assim, que estava entalado, guardado, escondido e tenho um retorno cheio de carinho e preocupaçao da parte de voces. Isso renova as minhas forças e me deixa tao tao tao feliz que voces nem imaginam. Obrigada de verdade pelo carinho de todos voces. Que Deus encha de alegria, saude  e felicidade os lares de voces.

***

Entao que li todos os comentarios aqui no blog e no facibuque. A crisezinha passou rapidinho depois de alguns esclarecimentos importantissimos que minha querida amiga Rayana Teixeira me mostrou. Como me ajudou DE-MAIS, vou compartilhar tudo aqui pra se de repente uma de voces passarem por isso, nao se desesperarem como eu e chorar todo o estoque de lagrimas do dia.

Luigi estava(e ainda esta de vez em quando) querendo mamar o dia inteiro, querendo ficar pertinho de mim o tempo inteiro e super enjoadinho. Eu, como voces ja sabem, contei que nao conseguia fazer nada. N-A-D-A. Além de ficar com ele empidurado no peito(pobres peitos!)

Dos conselhos e dicas que voces me deram, lhes falo o que eu segui, junto com as informaçoes que eu catei nas comunidades de maes-desesperadas-com-um-bebe-recem-nascido do orkut, e em outros sites. O resultado? A seguir:

Descobri que Luigi esta em pico de crescimento. E isso acontece em vaaaaaaaaarias idades diferentes. Mas principalmente no primeiro ano de vida. O bebe solicita mais mamadas ao dia. E melhor do que explicar tudo isso aqui, vejam os quadros abaixo que explicam muiiiito direitinho

Se tiver muito pequeno, aumentem o tamanho do zoom da pagina!
Levando isso em consideraçao eu fiz o seguinte: relaxei.

abre parenteses( No começo, nos primeiros dias e semanas da amamentaçao, meus seios ficaram destruidos por causa da força que o pequeno sugava os mesmos. Entao eu ordenhava leite com a bombinha e dava na mamadeira pequenininha da philips avent. Era excelente porque eu continuava dando o meu leite pro Luigi sem ele machucar meus seios. Entao fiz isso bastante e na medida que ia melhorando a dor nos seios fui diminuindo gradativamente a quantidade das mamadeiras por dia. Ele chegou a "mamar" na mamadeira, cerca de 150ml de leite de uma so vez. E eu ficava surpresa com tanto leite. Pensava: meu Deus ele nao tem nem um mes e ja mama tudo isso? Enfim... Depois de uns dias, fui tirar leite e saia menos quantidade que o normal. Eu enchia apenas 80ml da mamadeira, no total dos dois seios. Ai, passou um pouco mais e cada vez ia diminuindo. Na verdade, era ALTAMENTE irregular. De dia tirava pouco, de noite tirava mais. Uma loucura. Isso ia mexendo com a minha cabeça e me deixando louca do juizo. Até que os seios ja estavam beeem melhores e eu resolvi tirar a unica mamada da mamadeira que tinha restado: a da noite. Resolvi deixar a bombinha de lado e deixar ele mamar como quisesse e quantas vezes quisesse, sem encanar com quantidade ou qualquer outra coisa) fecha parenteses

Isso tudo aconteceu ao mesmo tempo. O leite diminuindo. O menino mamando sem hora pra nada. Eu estressadissima querendo resolver as milhoes de coisas pendentes. O corpo que nao se entendia com a cabeça e etc.

Depois de tudo isso eu resolvi seguir as dicas de voces e RELAXEI.

Desencanei. Li e trouxe pra mim. Me emocionei com alguns comentarios(viu Myllena?). Pensei e refleti. A maioria de voces disseram: "Isso passa! Voce vai sentir saudades" Sabe... é verdade. Lembrei que realmente isso passa rapido. O tempo passa voando. O meu bebe é tao pequeniniho. Ele so ta passando por uma fase. Eu tenho que ser compreensiva com ele. Tenho que dar amor, carinho e peitinho. Nao tenho que ficar irritada e estressada com isso. Ele é meu filho. Veio de dentro de mim. Nao conhece outra coisa além do meu cheiro. Meu amor. Meu acalento.

Depois daquele post desabafando, de noite, depois de ler sobre o pico de crescimento me senti muito melhor. Passei umas 4h lendo e pesquisando. Até que ele acordou e era de madrugada ja. Peguei ele no colo e abracei com tanto carinho. Beijei, fiz carinho, dei beijinho e disse que eu entendia que ele estava passando por uma fase e que a mamae ia dar muito leitinho e amor pra ele crescer muito gordinho, saudavel e feliz. Que aquilo era apenas uma amostra do meu amor por ele. E que eu iria estar do seu lado pra sempre.

Ele mamou por vaaaaaarios minutos. Ficou quietinho, depois dormiu de novo.

Ai que eu fiquei tranquila, relaxada e feliz. Feliz por ele, feliz por mim. Satisfeita e eternamente agradecida a essa tal de internet que aproxima as pessoas que estao longe e nos da todo e qualquer tipo de informaçao. Agradeci a Deus por ter voces leitoras e amigas que estao sempre tao dispostas a compartilhar a vida e experiencia de voces. Dispostas a ajudar.

E depois de dias de sossego a minha querida Paty veio e disse algo que deu um toque final nos meus dias mais tranquilos: "Mi, nao se cobre tanto".

Nossa, a-m-e-i. Passei a ficar tranquila e além de relaxar, nao me cobrar muito. Passei a dar o seio sempre que o Luigi solicitar. (As vezes demoro um pouco a dar e faço alguma outra coisinha) mas no geral, sempre que ele resmunga, o peito ta la. Ainda doi um pouco. Mas eu aguento. Ele mama o quanto quer. Adormece. Acorda. Mama. Sorri. Brinca com o peito. Briga. Mas sabe de uma coisa? To muito mais feliz. Ele ta muito tranquilo.

Ta mega simpatico. E ja ensaia as gargalhadas. Fica encantado "conversando" com seus "amiguinhos", diga-se seus brinquedinhos. Ta lindo, lindo, lindo e gordinho que so vendo!

abre outro parenteses( Luigi estava regurgitando bastante e eu estava super preocupada. Chegava a regurgitar umas 3 vezes depois da mamada e as vezes muito tempo depois de mamar. Eu estava morrendo de medo de ser refluxo. De aquilo estar doendo dentro dele. etc... Deixei um recado no nosso cantinho la no facebook. Maes blogueiras pedindo as amigasqueridas que compartilhassem comigo a experiencia delas sobre refluxo e sobre regurgitaçao. Depois de seguir as dicas e outras coisas mais. Resolvi observar bem o Luigi e seguir os seguintes conselhos:
*Deixar o bebe arrotar por meia hora mais ou menos. Deixa-lo levantado depois das mamadas, pra nao voltar o leite.
*Nao mexe-lo muito depois das mamadas
*Se ele regurgitasse bastante e mais de uma vez, dar o peito novamente para ele comer o que tinha colocado pra fora. (claro so se ele quisesse mamar mais)


Seguindo esses pequenos prodedimentos eu vi que as regurgitaçoes diminuiram. Praticamente pararam. As vezes nao sigo um aqui ou outro ali. Ai ele golfa mesmo. Mas acho que nao é refluxo nao. Acho que é porque ele mama DEMAIS! Mais do que o estomago aguenta. fecha parenteses)


Graças a Deus as coisas estao se ajeitando. Quando a pessoa ta tranquila, tudo flui melhor. Lembro também que a Camila Sanches me deixou um link super fofo dizendo que o filho é o relfexo sombra da mae. Que o bebe sente tudo o que sentimos e reflete isso. Quem quiser ler ta aqui oh. Adorei o texto.

Bebe gordinho aqui. Mae feliz e realizada ali. Todo mundo mais feliz. Consegui resolver as pendencias e até ir em Milao tirar o passaporte do Luigi. Ja podemos viajar quando quisermos! (depois coloco fotos aqui do passaporte) é a coisa mais linda. Um bebe com passaporte. Pode? Ai ai ai.

Agora vou la, volto depois contando sobre Milao e Torino(fizemos uma paradinha la para visitar uma amiga super querida dos pais do Alan).

Beijos, beijos, beijos amores mio.