15 fevereiro 2012

Morte de bebes por sufocamento no berço

Imagem daqui


Fazia tempo que queria falar sobre isso aqui no blog. Voces sabiam que nos EUA, em sete anos, 32 bebês morreram sufocados ou estrangulados pelos laços que amarram os protetores dos berços? Pois é, nem eu. Foi depois de uma reportagem que passou no Fantastico, que minha familia me mandou por email, que soube e fiquei impressionada com o perigo de um item, hoje muito comum, pra nao dizer assencial, de um enxoval: o protetor de berço. Infelizmente isso é um fato. Todos os anos crianças morrem por negligencia, desinformaçao, descuido ou mera fatalidade. Busquei na internet os dados sobre esse tipo de mortes no Brasil e nao encontrei. A unica coisa que encontrei foi essa reportagem aqui.


Nao conseguiria imaginar algo do tipo acontecendo comigo ou com alguma amiga ou familiar. Por isso achei que tinha que compartilhar o que eu sei, o que eu vi, o que eu aprendi com voce, que me le. A verdade é que, depois que voce vira mae, voce cria medos que antes nao existiam. E isso acontece, pela simples possibilidade de perder o seu bem maior, seu amor maior. Aquele que chegou para te provar que amor tem mais significado depois da sua chegada: o seu filho.


Vi, e na mesma hora, fui no berço do Luigi providenciar as devidas medidas. Porém, um big porém: aqui esta frio e nao tem como deixa-lo sem cobertor(no video os pediatras recomendam o berço vazio, sem qualquer bichinho de pelucia, cobertor, travesseiro, etc). Tirei os protetores do berço, mas percebi de madrugada, quando acordei para amamenta-lo, que a cabeça dele, orelhas, nariz e maos estavam super gelados. Fiquei super incomodada e o coloquei para dormir no moisés, no seu carrinho, ao lado da minha cama. Como ele ainda tem 3 meses, ainda dorme no carrinho as vezes, ja que ainda nao se movimenta tanto ao ponto de se virar. Ele fica do ladinho da minha cama durante a noite, acorda, mama e o coloco no berço.


Porém, li  em um panfleto que recebi no hospital, onde Luigi foi vacinado que a melhor posiçao para o bebe até 6 meses dormir é com a cabeça para cima(nao de bruços) em um colchao firme, sem travesseiro. Como o colchao do carrinho é mais molinho, acabo por revesar. Ele começa a noite dormindo no carrinho e termina no berço. Quando retirei o protetor de berço, percebi que ele  também protegia o bebe do frio. Visto isso, decidi recoloca-lo, mas por tempo determinado. Apenas até ele começar a virar e ficar mais esperto. Por enquanto, ele ainda dorme e acorda na mesma posiçao. Uso 2 cobertores, um mais fino e um mais grosso, porque apesar de haver calefaçao em casa, ainda fica friozinho. Isso vai coincidir com o fim do inverno, e ficara menos frio, assim poderei tirar tudo de uma vez.



O cobertor prendo no colchao no lado dos pés, e os levo até as suas axilas. Coloco seus bracinho em cima do cobertor ou para cima ao lado da cabeça tipo o Cristo Redentor, que é como ele gosta de dormir. Depois de coloca-lo com o cobetor limitadissimo, "prendo", deixando um pouco soltinho na lateral do bernço, entre o colchao e o mesmo. Assim fico mais segura, ja que se ele tentar puxar o cobertor para cima das vias respiratorias ao ponto de cobri-las e sufocar-se, nao conseguira, pois o mesmo esta preso.


Acordo a cada movimento, gemido ou respiro mais profundo vindo do berço. Meu olhar segue no meio da escuridao noturna diretamente ao lugar onde esta sua cabecinha em um milésimo de segundo. Durmo pastorando-o, com medo. E isso mexe realmente com a minha cabeça. Penso que aquelas maes que perderam seus filhos por uma fatalidade, nao imaginavam nunca que isso poderia acontecer. E isso me da mais medo ainda.


Estou sempre alerta, e a qualquer momento pulo da cama e  vou correndo ao seu encontro com o coraçao na mao. Pra mim facilita pois o berço fica no meu quarto, bem pertinho da minha cama, e assim vai ser até ele completar idade para dormir sozinho, longe dos meus olhos. Esse é um assunto aterrorizante. Eu mesma nao gosto nem de pensar nisso, mas é sempre bom estar informada e prevenida nao é? Entao, queridas amigas, vejam o video com carinho e tomem as providencias. Todo cuidado é necessario com eles nesta fase de dependencia completa dos adultos.


Espero de coraçao, ter ajudado em alguma coisa compatilhando essa informaçao. Beijos fortes.


Milena Lanne