10 julho 2012

Chá-Bar

"Então aquela mocinha paquerou aquele carinha gatinho, depois de muito tempo na paquera deram o primeiro beijo, depois de muitos beijos começaram a namorar, namoraram anos até que noivaram, fizeram todas as coisas que um casamento exige: compraram uma casa, mobiliaram, fizeram chás, encontros, festas, ganharam presentes no noivado, no dia "d" casaram com direito a uma linda festa toda programada e minimamente organizada, depois de curtir a lua de mel prolongada, engravidaram e tiveram seu primeiro filho! Tudo lindo, planejado, sonhado, perfeito!"

Hã?

Já viu essa história antes? É linda, né? Por muito tempo sonhei que seria a minha, mas aí quando eu deixei de sonhar e fui viver a vida de verdade, eu vi e vivi tudo diferente, e por alguma razão, meio invertidamente à ordem natural das coisas. A minha história é bem diferente dessa contada acima, e graças à Deus é tão legal e linda quanto.

Namorei pouco tempo, engravidei, voltei pro Brasil, sai do Brasil, morei junto, tive filho, voltei de novo pro Brasil, casei, e adivinhem só? Casei sem casa! Olha que legal!!! hoho, legal num mundo abstrato né, na realidade isso é loucura, não façam isso em casa por favor! Pois é meu caro elementar é desse jeito invertido que eu vivo que eu anuncio: Agora que eu vou ter uma casa! (emprestada, tá? Mas é casa!), e como morar em uma casa que não tem nada? O negócio é comprar aos poucos, última moda na Europa! (eu que lancei ano passado com a minha mãe), então, com uma coisinha aqui, e outra ali que a gente vai mudar gente, eu, marido e filho, bora pro nosso ninho, nosso lugar, com direito a entrar e sair quando quiser, chaves próprias, regras e rotina criadas on our own, óia como a gente tá chique! Chique no úrtimo!

Eu, como noiva frustrada que fui, pois não tive a festa que eu sonhei de casamento, não me conformei em não ter tido nenhuma daquelas festinhas bonitinhas que as noivas fazem para celebrar com o povo querido essa nova etapa da vida. Então meus caros amigos, como vocês já sabem, para mim não interessa a ordem, interessa ser feliz. Buscando essa felicidade contínua que eu resolvi fazer um chá-bar, o que seria esse chá-bar? É um chá de casa nova, chá de panela, (não sei como vocês conhecem aí no mundo de vocês), onde nós fazemos comes e bebes, regado a muita cerva, e vocês nos presenteiam com alguns utensílios de casa, para ajudar-nos a mobiliar a casa. Escolhi fazer o chá-bar, porque geralmente nos chás de cozinha, só vão mulheres, mas como o negócio aqui é compartilhado, vamos todo mundo, homi, muié, chachorros e gatos, tudo junto e misturado.

E essa festa vai rolar no dia 28 de julho, no final deste mês. Espero que todos venham e que celebrem junto com a gente essa nossa conquista! Beijos em todos e até mais.



Atenção, preferi fazer uma lista online do que estamos precisando, e você vê o que dá para você levar, assim cada pessoa compra o que preferir, e estiver de acordo com o seu orçamento. Qualquer duvida me perguntem. A lista de presentes está aqui., quando você decidir o que levar por favor aperte no botão "marcar ítem", assim a outra pessoa saberá que este já está selecionado. Gente por favor, qualquer coisa falem comigo, a presença de vocês é indispensável! Aliás, preciso que me confirmem presença até próxima semana por favor. Beijos enormes e espero vocês.


p.s: Infelizmente apenas o pessoal de SP né gentem? Meus amigos e familiares de longe que me perdoem não ter grana pra trazer todo mundo pra SP!