25 outubro 2012

Um Ano

Foi naquele dia de outono europeu que você nasceu, após 41 semanas e 5 dias de gestação. Ficamos em trabalho de parto ativo por mais de 12 horas, eu você filho, juntos em harmonia para te dar uma vida fora de mim. Eu não quis induzir ou forçar o seu nascimento, mamãe te esperou com todo amor e paciência que só quem ama é capaz de ter. Após algumas complicações fizeram uma cirurgia de emergência e você nasceu. Eram 2 da manhã de 25 de outubro de 2011 quando mamãe e você foram separados pelo cordão umbilical que nos ligava.

Quando eu te vi pela primeira vez você estava nos braços do papai, veio e mamou por uma hora seguida. Dali por diante você não desgrudou de mim, era muito mamaço em livre demanda. Me dediquei exclusivamente a você por vários meses. Isso me incomodou um pouco, tive que aprender a ter alguém grudado em mim 24h por dia. Antes disso eu não suportava ninguém no meu pé. Aliás, ainda não gosto de quem fica no meu pé. Mamãe tem crise de independência contínua.

Foram longas noites mal dormidas, longos dias dormindo nos horários que você estabelecia, e pouco a pouco fomos nos adaptando à sua chegada neste mundo. Não foi nada fácil, mas tudo o que fizemos foi com muito amor e respeito à você, e a nós. Só de te ver já te amo.

Hoje você faz um ano de vida, e eu apenas agradeço à Deus pela sua vida. Que eu e seu pai tenhamos sempre discernimento para te educar e te fazer um grande homem. Deus te abençoe filho, Deus te guarde, te dê saúde e paz. Eu peço à Ele pela tua vida, porque eu sempre soube, que eu preciso de dEle para olhar por você, e te proteger de qualquer coisa. Que teus anos sejam multiplicados com qualidade.

Você é muito importante  e especial para muita gente.

Nunca se esqueça do amor, esse é o sentimento mais puro que uma pessoa pode ter.

Te amo para sempre e feliz aniversário.


Mamãe está no trabalho agora, mas jajá chega para te encher de beijos, abraços, cheiros e amor.


Milena Lanne Formagio