21 fevereiro 2017

Aprendendo a andar de bicicleta

Fonte da foto: aqui


Hoje no final da tarde Alan estava chegando em casa quando me ligou e pediu pra eu descer com o Luigi, pra ele ensinar nosso pequeno a andar de bicicleta 🚲 (sem rodinhas!). Ficamos uns 40 minutos lá em baixo e Luigi conseguiu andar algumas vezes um pouquinho sozinho, muito pouquinho, claro.


Papai o soltava e na continuação ele se desequilibrava e caia ou parava a bicicleta. Ele ainda está aprendendo a vencer o seu medo e fica frustrado por não conseguir. Este é um problema que pra ele deve ser gigantesco! Mas nós, aqui estamos para ensiná-lo que ele pode superar suas próprias barreiras e que não pode desistir porque está difícil.

Eu estava de espectadora, ali na plateia, no fã clube, torcendo com os dedinhos cruzados e tentando passar confiança pro meu menino. Corria um ventinho tão gostoso naquele final de tarde caloroso que aquela cena, juntamente com o vento me trouxe um furacão de amor. A gratidão me invadiu, foi tão grande que até me trouxe ciscos.

É tão gostoso ver ele crescendo e aprendendo coisas novas, é tão bom vê-los vencendo os medos e abrindo os horizontes para viver novas experiências. Fiquei toda chorosa, mas sorria. Sorria, chorava e batia palmas. Incentivava e falava pra ele tentar de novo quando caia e ficava frustrado, com cara de bravo.

"É assim mesmo meu amor, com a gente também foi assim! Eu até cai uma vez e me machuquei feio, aprendendo a andar de bicicleta. Continua que você consegue... continua, que depois que você aprende é tão legal!"

Infelizmente não registrei com fotos ou vídeos esse momento gostoso. Tinha deixado o celular no apartamento, carregando.

Mesmo assim, não posso deixar de guardar aquele momento tão abençoado e único na minha memória, no meu diário. Meu coração foi inundado de amor e gratidão. Gratidão a misericórdia do meu Deus que é tão bom, tão fiel, tão maravilhoso e tão cuidadoso comigo. Gratidão por ter o Alan na minha vida, um marido fiel, companheiro, amoroso e consequentemente um pai presente, querido, incentivador, que junto comigo cria nosso filho para o mundo.

Como não agradecer? Temos saúde, temos um ao outro e temos muita força de vontade pra conquistar todos os nossos sonhos nesta vida.

E como pais, nosso maior sonho, sem duvidas, é ver nosso filho bem criado, educado, cuidadoso com todas as formas de vida, independente mas não auto-suficiente, feliz, realizado, corajoso, humilde, amado, querido.

Vai meu amor, o mundo é teu mas volta quando precisar, que mamãe e papai vão sempre ser seu lar. ❤

21 de fevereiro de 2017

19 fevereiro 2017

Um conselho sobre escolher seu parceiro de vida

Esses dias vi um vídeo tão  legal explicando porque usamos a aliança no dedo vizinho ao midinho. Não consegui colocar aqui, mas facilmente da pra achá-lo colocando no Google. Pensando nele escrevi o texto abaixo:

Por isso jovens, escolham bem seus parceiros de vida, pra não ter que acontecer de separar e machucar não só a vocês mesmos mas os filhos que sofrem com isso pelo resto da vida. E quando tiverem uma dificuldade, tentem resolver juntos, tentem resgatar o amor que um dia os uniu. Quem quer, consegue. O problema é não querer mais. Casamento pode ser reciclado com Deus no centro de tudo. Casamento não é descartável, não acreditem no que o mundo diz, acreditem no amor, acreditem que dá pra ser feliz pra sempre com o seu parceiro de vida. Lute pelo seu amor (mas não seja trouxa!) Se está te machucando, se te faz mais triste que feliz, se você se sente humilhado(a), rejeitado(a) sozinho(a), se seu(sua) marido ou esposa não é seu parceiro, não sonha junto com você, desculpa, você não fez uma boa escolha. Assuma sua culpa, levante a cabeça e escolha você e sua sanidade. Enquanto houver amor e respeito, eu acho que dá pra restaurar um casamento. Sempre dá ❤️👊🏼😊

11 fevereiro 2017

Reflexão do dia

O amanhã é tão bonito se a gente acreditar... do que seriam os momentos felizes se não houvessem os tristes? Às vezes as adversidades vêm com força e nos golpeiam inesperadamente, de surpresa, justamente para nos chacoalhar e fazer-nos perceber que já somos felizes e completos com aquilo que nós temos. Se a gente parar de reclamar até vai encontrar um tempo pra agradecer e simplesmente sorrir. Se não tiver bom hoje, ainda assim, temos o amanhã para esperar, chorar, curar, amar... A receita é simples: é só acreditar! E se tiver muito difícil, às vezes eu sei que tá, o melhor é olhar pra frente e tentar alimentar os sonhos, o desejo de mudança, os planos, o futuro. Viver não é fácil mas vale a pena, sempre vale! ❤🙌🏼 Hoje apesar de ter sido um dia super legal, estou reflexiva. Uma colega perdeu seu marido e mesmo eu não sendo sua amiga próxima, me emocionei e senti toda empatia por sua dor e perda. Que Deus conforte seu coração e toda sua dor.