13 maio 2017

Dia das mães 2017 e uma reflexão

Café da manhã de dia mães na escola do meu Luigi 😋Fiquei surpresa que esse ano eles fizeram alguma coisa. 😳 Lá eles não costumam fazer nada extra para o dia das mães ou dia dos pais. Celebram apenas o dia da família, que se eu não me engano, é em agosto.

Eu como mãe, ADORO ser mimada, presenteada ou homenageada, e já choro só de receber o cartãozinho de dia das mães com rabiscos de quem está aprendendo a escrever, imagina se tivesse musiquinha, coreografia e essas coisas toda! 😭😱

Fiquei feliz e muito grata pelo evento, e mais feliz ainda de poder estar presente, por não ter nenhum trabalho fechado, reunião ou médico pra ir.

Foram horinhas deliciosas, e mesmo tudo tendo sido tão gostoso, por um momento eu entendi o posicionamento da escola em celebrar apenas o dia da família.

Imaginei rapidamente que se eu não pudesse ir no café, certamente pediria pra minha sogra me representar. Se ela não pudesse, pediria a alguma amiga muito próxima, tia, vizinha, ou até mesmo pro Alan.

Enfim... todos eles podem amar muito meu filho, mas nenhum deles é a sua mãe. Como diz o ditado: "mãe é mãe!". Hemos de concordar, não tem jeito, nada substitui ter sua mãe perto de você pra te amar, proteger e guiar.

Voltando ao café da manhã...

Pensei que pelo menos eu estava ali, e se eu não pudesse estar? E se meu filho perdesse a mãe? E todas as crianças que não tem mamães? Ah gente, desculpem a fragilidade emocional que me cerca com todos esses hormônios gravidícios, mas eu tive sim, empatia por aqueles que não podem ter suas mães em momentos assim. Foi breve, mas lembrei de uns amigos que perderam a mãe quando criança e do quanto essa época, essa data deve ser difícil pra eles. 😢

Pensei em como deve ser duro ter sido abandonado pela mãe, ou mesmo tê-la perdido pra alguma fatalidade da vida.

Sendo assim, pensando nestes, às vezes é bom celebrar apenas o dia da família mesmo, sei lá, pensei por pensar. Porque sou sempre assim, dessas que pensam sem parar.

Daí, depois de tudo isso, eu só sei agradecer - pela saúde, por ter tido mãe, por tê-la valorizado e homenageado ano após ano, por ter dado orgulho, por ter cantado Roberto Carlos na primeira série dizendo "como é grande o meu amor por você", e por mesmo morando longe e brigando de vez em quando, saber que ela sempre vai estar lá pra mim e por mim. Seu amor é maior e sem fim. ❤️🙏🏻

Agradecer por ser mãe e principalmente por estar aqui, por estar saudável, por poder viver e participar de todos esses momentos "bobos", mas que constroem nosso "felizes para sempre" dia após dia.

Um feliz e caloroso dia das mães - e todos os outros, para nossas mães e para nós que já somos mamães. Que permitamos sempre evoluir e melhorar na arte de educar e criar seres humanos. 🌺

Milena Lanne - Dia das mães 2017

Mamãe do Luigi (5 anos) e do Noah (na barriga).